Idosa encontra anel de diamante em cenoura 13 anos após perdê-lo em horta

Foto: Massa News.

Uma canadense que perdeu o anel de noivado enquanto cuidava do jardim e da horta de casa reencontrou o diamante 13 anos depois. A nora de Mary Grams colheu da terra uma cenoura deformada e percebeu que o legume cresceu por dentro da joia.

Collen Daley coletava legumes com seu cachorro Billy na fazenda de Armena, no estado canadense de Alberta. Ela e o marido, filho de Mary, assumiram as terras que pertencem à família há 105 anos. A nora não notou o anel de imediato e quase deu o legume para Billy comer.

Mary Grams, hoje com 84 anos, relatou na quarta-feira a infelicidade de perder o anel de noivado há mais de uma década. Ela contou que “chorou várias vezes” depois de notar que o diamante não estava mais em seu dedo. Resolveu nem avisar o marido, Norman Grams. O único que sabia da perda era o filho.

“No fim, eu acabei indo à joalheria e comprei um anel barato. Não contei para mais ninguém”, destacou Mary. Para ela, o marido nunca notou a diferença.

A idosa já havia desistido de procurar e estava conformada. Mas se surpreendeu ao ouvir da nora o inusitado reencontro com a peça de valor sentimental. O filho dela logo reconheceu o anel e lembrou do relato da mãe.

A canadense ganhou a joia do amado em 1951, quando firmaram o noivado. Agora, Mary se ressente de não ter revelado a história ao marido, que teria achado tudo “muito engraçado”. Norman morreu há cinco anos.

“Achei que eu teria que voltar à joalheria, mas (o anel) ainda cabe”, deleitou-se.

Fonte: Massa News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *